Uns versos que encontrei

Sabe quando você tenta arrumar a bagunça do seu quarto e encontra uns caderninhos com escritos aleatórios que você nem lembra mais de que tempo era? Pois. Isso aconteceu comigo e encontrei uns versinhos ternura sobre mim e a dança:

Nunca foi de falar muito

Em um mundo de sempre querer

e querer gritar

Pretendia correr e balançar

correr até que nada se via

balançar até que voava

Quieta e só, ela corria

inebriada e trêmula

Ela dançava.

O famoso encaixe do quadril e suas implicações na coluna

É muito difícil falar sobre encaixe do quadril, porque existem muitos mal entendidos a respeito. Primeiramente, alguns dirão que existe um encaixe do quadril no balé que é diferente para outras danças. Por exemplo, há um mito de que se uma bailarina fizer jazz vai ficar desencaixada. E acredito que poderia até adquirir alguns vícios. Mas o desencaixe de que alguns falam está relacionado às pernas, pois nessa dança não há problema em o quadril acompanhar a perna na hora da extensão, muitas vezes isso é inevitável.

Percebam a diferença do grand battement devant dessas mocinhas aqui:

Polina Semionova

Svetlana Zakharova

As duas têm perna alta e não precisam de tanto esforço assim para manterem o quadril neutro, entretanto, a Polina está com o quadril um pouco mais alto do que o de Svetlana que ainda está nas pontas. Isso em outras danças que prezam pela perna alta não faz a mínima diferença, mas no balé clássico o bonito é o quadril neutro, com os ossinhos da crista ilíaca ambos na mesma linha, mesmo que isso signifique a perna mais baixa (isso tem mudado). No jazz, o costume é compensar geral, porque é mais livre. Mas e quando a diferença no cuidado passa a ser também a coluna que pode acarretar diversos problemas?

O vício mais comum entre bailarinas mais novas tanto de jazz quanto de balé é a curvatura excessiva da lombar, que seria hiperlordose. Nas bailarinas clássicas isso ocorre muitas vezes pelo fato de abrirem o en dehors além de sua anatomia. Entretanto, existe outro vício que é entendido como o correto por alguns que é o da retificação da coluna lombar para correto encaixe. Na verdade, a coluna tem suas curvaturas para absorver o impacto enquanto o corpo se movimenta, a cifose e a lordose são completamente naturais, o errado e perigoso é a acentuação excessiva dessas curvaturas. Portanto, o encaixe neutro do quadril para evitar desvios posturais é um cuidado que não deve ser apenas do balé clássico, porém, acredita-se que muito que isso é uma questão estética, não é. A verdade é que o balé não deve ter hiperlordose, o jazz também não. Não se deve retificar a coluna no contemporâneo, no balé também não.

Quando a(o) professora(o) manda você apertar o bumbum para que se encaixe está apenas fazendo com que seus glúteos se desenvolvam mais e mais. A cada dia seu bumbum vai ficar maior, o que dará a impressão de que você está cada dia mais desencaixada. Acontece que não dá para sumir com nosso bumbum brasileiro e impulsoná-lo para frente causará uma retificação da coluna lombar, deixando-a completamente vulnerável à lesões. O que podemos fazer, então?

Apenas descobrir, caso em posição de professores, qual seria a postura neutra e saudável para cada bailarina(o). Em papel de estudantes, devemos entender nosso próprio corpo. Na imagem abaixo, o primeiro (hiperlordose) e o último (retificação) são prejudiciais. O do meio seria o correto, neutro. Percebam que o neutro alinha a espinha ilíaca ântero -superior com o osso púbico. Não confundir o osso púbico com os ísquios, os ossinhos que sentimos quando sentamos, pois isso causaria um quadro assemelhado ao terceiro caso da imagem. 

encaixe

Hoje eu entendo melhor qual é a postura saudável pra mim e as que não são. É muito comum achar que estou completamente desencaixada por causa do meu bumbum. Eu entendo muito bem que minha lordose é um pouco acentuada e precido fazer um compensação para que isso não me atrapalhe, porém temos que tomar cuidado. E quando eu mostro a coluna completamente retificada eu ouço vários “Ah, agora, sim!”. E eu sabendo que estou exagerando fico meio com vontade de dizer que também está errado, mas fico na minha. Ainda bem que desabafo tudo aqui no blog.

Referências:

CASTANHARO, Raquel . Curvas da coluna vertebral: lordose é normal, e escoliose pode preocupar. 2014. Disponível em: <http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2014/12/curvas-da-coluna-vertebral-lordose-e-normal-e-escoliose-pode-preocupar.html&gt;. Acesso em: 13 nov. 2016.

Deckert JL, Barry SM, Welsh TM. Analysis of pelvic alignment in university ballet majors. J Dance Med Sci. 2007;11(4):110-7.

Entrechat Quatre

A minha escola de balé tem um método de avaliação através de boletim. Isso significa que sou avaliada pela disciplina, pela aula e através de provas. Vou ter uma prova de balé ainda em novembro e vou precisar fazer um entrechat six. Para quem não sabe é um passo que vem de um sobressaut e têm duas batidas visíveis, apesar de que as batidas são seis pela contagem da passagem pelas posições. O entrechat quatre começa da quinta, passa pela primeira, depois quinta atrás, depois primeira e termina na quinta na frente. Por isso é chamado de quatre, quatro passagens pelas posições, confira na foto:

entrechat-quatre

Já o entrechat six começa da quinta, passa pela primeira, cruza quinta atrás, passa pela primeira, cruza quinta à frente, passa pela primeira de novo e termina na quinta. Por isso é chamado de six, seis passagens posições.

Por enquanto estou treinando o quatre para depois tentar o six. Eu consigo fazer six, mas não consigo ligar ele a outros passos e ainda sai feio porque quanto mais batidas mais elevação é necessária. Minha nota em bateria nunca é boa. Eu tenho muito dificuldade em fazer coisas rapidinhas. Sou daquelas bailarinas boas em adágio, mas que peca em agilidade no allegro. Mas estou tentando, sei que quanto mais eu treino, melhor fica.

UMA DICA: Por causa das batidas muitos pensam apenas nos pés, quando, na verdade, a batida acontece com as pernas. Pensar na batida a partir da coxa e lembrar de esticar bem as pontas e os joelhos ajuda muito.

Eu quero fazer bem bonitinho aqui como essa Giselle:

Por enquanto estou assim: